Saúde em Dia
Exame CA 19-9: o que é e para que serve

O exame CA 19-9 é um tipo de análise de sangue que avalia a presença de uma proteína comum das células cancerígenas, conhecida como proteína CA 19-9. Uma vez que as células de câncer normalmente liberam esta proteína, sempre que está presente na amostra de sangue, geralmente significa que existem elevadas chances de existir um tipo de câncer se desenvolvendo e, por isso, o CA 19-9 é conhecido como um marcador tumoral.

Os tipos de câncer que mais facilmente são identificados com este exame incluem:

  • Câncer do pâncreas;
  • Câncer colorretal;
  • Câncer da vesícula biliar;
  • Câncer do fígado.

No entanto, a presença de CA 19-9 também pode ser sinal de outras doenças como pancreatite, fibrose cística ou obstrução dos ductos biliares, por exemplo, existindo, até pessoas, que podem ter um ligeiro aumento desta proteína sem que exista algum problema.

Quando é necessário o exame

Este tipo de exame normalmente é pedido quando surgem sintomas que podem indicar câncer no trato gastrointestinal como náuseas frequentes, barriga inchada, perda de peso, pele amarelada ou dor abdominal. Normalmente, além do exame CA 19-9 também podem ser feitos outros que ajudam a identificar especificamente o tipo de câncer, como o exame de bilirrubina ou CEA.

Além disso, este exame pode ser repetido mesmo depois de já existir diagnóstico de câncer, sendo utilizado como ponto de comparação para saber se o tratamento está tendo algum resultado sobre o tumor.

Como é feito o exame

O exame CA 19-9 é feito como um exame de sangue normal, sendo retirada uma amostra de sangue por um enfermeiro, que depois é avaliada no laboratório para identificar a proteína. Para este tipo de análise clínica não é necessário qualquer tipo de preparo específico.

Como interpretar os resultados

A presença de quantidades baixas da proteína CA 19-9 são normais, mesmo em pessoas saudáveis, no entanto, valores superiores a 37 U/mL geralmente indicam que algum tipo de câncer se está desenvolvendo. Depois do primeiro exame, o teste pode ser repetido várias vezes ao longo do tratamento e a variação do resultado pode indicar:

  • O resultado aumenta: significa que o tratamento não está tendo o resultado esperado e, por isso, o tumor está aumentando e produzindo mais CA 19-9;
  • O resultado se mantém: pode indicar que o tumor está estável, não se encontrando a aumentar ou diminuir de tamanho;
  • O resultado diminui: geralmente é sinal de que o tratamento está sendo eficaz e por isso o câncer está reduzindo de tamanho.

Em alguns casos, o resultado pode aumentar ao longo do tempo mesmo que o câncer não esteja realmente aumentando de tamanho, mas isso geralmente é mais comum no caso de tratamentos com radioterapia.